Volkswagen speed up! TSI – Pequenino invocado

Indiscutivelmente é um carro que vai marcar a história dos modelos populares 1.0l; motor é o melhor do segmento

A Volkswagen saiu na frente da concorrência ao lançar no mercado brasileiro o up! TSI, primeiro compacto com motor 1.0 3 cilindros flex com injeção direta de combustível e turbocompressor. É o que se pode ter de mais moderno em tecnologia de motor a combustão interna por um preço razoavelmente acessível (a versão mais barata é a move up! TSI, por R$ 43.990).

  • A versão speed conta com faixa e retrovisor pintado em azul e somente na cor branca
  • Se a tampa do porta-malas for preta, sob o capô há um 1.0 TSI
  • Banco da frente tem excelente apoio às pernas; volante enorme
  • Porta-malas de 285 litros é valente
  • Painel pouco atraente
  • Banco traseiro com cinco apoios

É muito dinheiro em um compacto 1.0? É. Definitivamente. Mas, é assim que o consumidor brasileiro gosta. Então, não há o que discutir. Esse tem, pelo menos, elevado índice de tecnologia. E, para comemorar, a Volkswagen lançou uma nova versão, a speed up! TSI, por R$ 49.990, e que somente será comercializada com o novo motor. Esta é a versão avaliada nesta reportagem.

Vida a bordo
A dupla formada por injeção direta e turbo pressupõe desempenho, performance, boa aceleração, mas, ao mesmo tempo, economia. E isso o novo up! TSI entrega por completo.

Acelerar o speed up! TSI é bem divertido. É certo que não entrega a mesma emoção que um V8 biturbo, mas para um 1.0 3 cilindros é fantástico. E o carro é bom de curva também. Com entre-eixos curto, 2,41m – o carro tem 3,64m de comprimento -, e rodas de aro 15 calçadas com pneus 185/60, e sistema de suspensão simples, tipo McPherson na dianteira, independente, e interdependente com braços longitudinais na traseira, está na medida certa entre conforto e esportividade.

O bacana do speed up! TSI é sentir o corpo colar no banco ao arrancar e esticar as marchas. E perceber que ‘canta’ pneus em segunda! Em um 1.0!

A posição de dirigir poderia ser um pouco mais baixa, socada, e o volante menor, mais esportivo. Mas para isso seria preciso redesenhar o painel, que não é feio, mas também não faz bonito. É funcional. Os bancos com design marcante contam com apoio de cabeça integrado, bem interessante.

Particularmente, o speed up! TSI é bacana pois é único. Não há versão com motor aspirado, assim como as demais. O investimento de R$ 6.000 a mais em relação à versão TSI mais barata é 90% estética: faixas e retrovisores em azul, teto pintado de preto, spoiler lateral e outras perfumarias. O bacana é que é inconfundível. up! branco com retrovisor azul é o top.

A versão acrescenta ainda faróis de neblina e sensor de estacionamento traseiro, e como opcional, sistema de infotainment com navegação Maps & More, por R$ 1.400.

Ficha técnica
Volkswagen speed up! 1.0 TSI
Motor: dianteiro, 3 cilindros, 1.0 litro, 12V, flex, injeção direta, turbo
Cilindrada: 999 cm³
Potência: 77/74 cv a 5.000rpm (etanol/gasolina)
Torque: 16,8 kgfm a 1.500 rpm (etanol/gasolina)
Câmbio: manual, 5 marchas
Direção: elétrica
Tração: dianteira
Pneus: 185/60 R15
Freios: discos ventilados na dianteira (256 mm) e tambor na traseira (200 mm), ABS, EBD e Controle de Tração
Dimensões: comprimento, 3.645 mm; largura, 1.645 mm; altura 1.504 mm: entre-eixos, 2.421 mm
Peso: 1.000 Kg
Volumes: tanque de combustível: 50 l; porta-malas: 285 l
Desempenho: aceleração de 0 a 100 km/h: 9,1s/9,3s (e/g) velocidade máxima: 184/182 km/h (e/g)
Consumo (Km/l): cidade: 9,6/13,8 km/l (e/g); estrada: 11,1/16,1 km/l